No turismo brasileiro, as mulheres são uma parcela importante dos viajantes que, a cada ano, descobrem novos destinos nacionais. As mulheres criaram asas e querem desbravar o país sem medo. E 17,8% delas, o farão sozinhas. Esse foi o resultado da pesquisa Sondagem do Consumidor - intenção de viagem divulgada nesta quarta-feira (8), Dia Internacional da Mulher, pelo Ministério do Turismo. O índice é o maior dos últimos 10 meses e é superior a intenção entre os turistas do sexo masculino, 11,8.

Aliás, é a vontade de conquistar o mundo que tem inspirado cada vez mais mulheres a viajarem sozinhas. O que importa para elas é o desejo de viver novas aventuras independe de ter ou não uma companhia. Não à toa, a hashtag ‘RespeitaAsViajantes’ foi a escolhida para ser usada nas redes sociais do Ministério do Turismo neste 08 de março. Segundo recente levantamento feito pelo site Airbnb, o Brasil está entre os cinco países com mais mulheres que viajam por conta própria para outros países, junto a Japão, Taiwan China e Rússia.

“É importante lutar pelo empoderamento das mulheres e temos que trabalhar para garantir a segurança das nossas viajantes”, avaliou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

Recentemente, a Agência de Notícias do Turismo produziu uma série de reportagens e contou a história de mulheres que decidiram deixar de esperar por companhia para viajar e se jogaram na estrada. Caso da paraense Tayná Campos que viaja sozinha desde 2015. Desde então, a servidora pública de Santarém (PA) já conheceu alguns dos mais bonitos destinos nacionais: Barreirinhas - onde ficam os Lençóis Maranhenses - e Alcântara, ambos no Maranhão, Foz do Iguaçu (PR), além de cidades em Minas Gerais e no Rio de Janeiro.

Para Tayná, um dos desafios para iniciar a experiência é superar o próprio medo. “A violência que eu posso sofrer aqui, infelizmente poderia sofrer também entre o caminho de casa para o trabalho. A mulher que viaja sozinha deve tomar precauções, e geralmente são as mesmas que já tomamos diariamente nas nossas próprias cidades”, comenta.

PERFIL DA VIAJANTE - Ainda segundo a Sondagem do Consumidor, 62,4% das mulheres que pretendem viajar nos próximos seis meses escolherão destinos nacionais e o Nordeste é a região preferida delas. Para o deslocamento, o meio de transporte preferido é o avião com 71,4% e o carro é apontado como opção por 19,3%.

Entre as turistas que irão viajar acompanhadas, os cônjuges (41,5%) são os mais citados, seguidos dos filhos (22,9%) e demais acompanhantes (35,6%). Na hora de escolher a hospedagem, 56,1% devem escolher hotéis e pousadas, enquanto 30% deverão optar pela casa de amigos e parentes.

SOBRE A PESQUISA - A Sondagem do Consumidor – Intenção de Viagem é uma pesquisa realizada em mais de 2 mil famílias em sete capitais brasileiras: Brasília, Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.